Feeds:
Antradas
Comentairos

Posts Tagged ‘Júlio Meirinhos’

XICU ARIZA

El mirandés va celebrar el so día’l prósimu 17 de setiembre. Nesa fecha, cúmplese l’aniversariu de la presentación del proyectu de llei qu’algamó’l reconocimientu llegal d’esta variedá llingüística del asturlleonés falada en Portugal.

El 19 de payares de 1998 el Parlamentu de la República de Portugal declaró la oficialidá del mirandés, pero enantes, el diputáu Júlio Meirinhos presentó en 17 de setiembre’l proyectu de llei que fixera posible da-y un marcu llegal dignu a esta variedá llingüística.

(more…)

Read Full Post »

No dia 10 de Junho, data em que se comemora o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas, o Clube Literário do Porto assinala os 10 anos do Mirandês como segunda Língua Oficial Portuguesa, com uma conversa em torno do futuro da Língua Mirandesa, a decorrer pelas 18h00 no Piano Bar do CLP.

Estarão presentes Francisco Niebro, Júlio Meirinhos e José Meirinhos.

(more…)

Read Full Post »

FRANCISCO PINTO / JORNAL DO NORDESTE

Numa altura em que se assinala o 10º aniversário da língua mirandesa, os especialistas garantem que estão reunidas as condições para a criação do “ambicionado” Instituto da Língua Mirandesa (ILM).

No entanto, tem havido atrasos para que a instituição comece a desempenhar as suas funções, apesar de se tratar de um “organismo nuclear para a lhéngua”.

(more…)

Read Full Post »

AMADEU FERREIRA

Nesta 2ª parte, Manuela Barros Ferreira dá un cuntapie público para a ampeçar a çcutir la Cumbençon Ourtográfica de la Lhéngua Mirandesa, seia quanto a las regras seguidas, seia quanto a nuobos assuntos que dében de ser tratados. Al mesmo tiempo apersenta algues perpuostas que se puoden cunsidrar ousadas, i que algues pessonas ténen benido a defender hai muito tiempo.

Respundendo a esta abertura que eiqui ye dada por Manuela Barros Ferreira, criemos un nuobo blogue http://cumbencon2009.blogspot.com/ adonde todos poderan partecipar na çcuçon de la Cumbençon Ourtográfica de la Lhéngua Mirandesa.

(more…)

Read Full Post »

AMADEU FERREIRA

Manuela Barros Ferreira, que cordenou cientificamente la feitura de la Cumbençon Ourtográfica de la Lhéngua Mirandesa. L sou curriculo puode ser lido an http://mirandes.no.sapo.pt/mbfcv.html de modo que nun bamos eiqui a repeti-lo. L cuntributo de Manuela Barros pa l mirandés moderno puode resumir-se assi: a eilha se debe la base i la lhuita científica que premitírun: lhebantar la Cumbençon Ourtográfica de la Lhéngua Mirandesa; la criaçon de cundiçones para que l mirandés fura recoincido cumo lhéngua seia pul Assemblé de la República seia pula quemunidade científica nacional i anternacional. You questumo dezir que Manuela fui la pessona que mais fizo pul mirandés apuis de José Leite de Vasconcellos, sien que cun esso you querga apoucar ou squecer l grande cuntributo de muitas outras pessonas, que eiqui tenemos çtacado ou de que inda eiremos a tratar.

(more…)

Read Full Post »

(de la RTP1, 29-01-2009, bia Froles mirandesas)

Read Full Post »

FRANCISCO PINTO

Nos dez anos do mirandês como segunda língua oficial de Portugal, os estudiosos da “lhéngua” alertam: apesar de não estar em perigo, o mirandês está ameaçado pela modernização, sendo importante criar mecanismos para a sua manutenção.

O mirandês sobreviveu ao longo dos séculos devido, principalmente, ao isolamento da região em que a língua estava inserida e ao facto de ser transmitida através da tradição oral. Ora, actualmente, com a globalização e consequente “ameaça” de outras línguas, mais faladas através dos mais diversos meios de comunicação, os riscos são iminentes.

Na opinião de António Bárbolo Alves, investigador e escritor da língua mirandesa, o mirandês é, de facto, uma língua ameaçada, mas não em perigo. “O mirandês dispõe de algumas circunstâncias favoráveis à sua manutenção, já que obteve um reconhecimento político e uma convenção ortográfica para a normalização da escrita. Agora, faltam medidas de preservação inerentes do reconhecimento pelo Estado, que já deveriam ter sido incrementadas como o ensino oficial do mirandês nas escolas “, observa.

(more…)

Read Full Post »

AMADEU FERREIRA

Dieç anhos apuis da antrada an bigor de la lei nº 7/99, de 29 de Janeiro, que recoinciu ls dreitos lhenguísticos de ls falantes de lhéngua mirandesa, fumus a la fala cun Júlio Meirinhos, l deputado que an 1998 aperpuso essa lei a la Assemblé de la República.

Júlio Meirinhos ye bien coincido de todos ls stramuntanos i nun percisa de apersentaçones. L trabalho del hoije yá faç parte de nuossa stória i de la lhéngua mirandesa. Stá agora na altura de dar un nuobo salto an frente, para que puodamos ir mais loinge subretodo al nible de l ansino i de l zambolbimiento de la fala.

Eiqui quédan las repuostas. Esta ye la 1ª de bárias grandes anterbistas a respeito de ls dieç anhos de aprobaçon de la lei i de la Cumbençon Ourtográfica de la Lhéngua Mirandesa. Outras anterbistas eiqui saliran cun outros de ls percipales protagonistas, cumo Domingos Raposo i Manuela Barros Ferreira. Mas, para alhá deilhes, outros teçtemunhos eiqui eiran sendo publicados al lhargo de l anho, a amostrar cumo ye que ls mirandeses se relaciónan hoije cula sue lhéngua, stéian eilhes adonde stubíren i tenga la eidade que tubíren.

(more…)

Read Full Post »

AMADEU FERREIRA

Fizo dieç anhos l atrasado die 19 de Nobembre que la Assemblé de la República aprobou, por aclamaçon, la que bieno a ser, apuis de salida ne l Diário de la República, la lei nº 7/99, tamien coincida cumo lei de l mirandés, apersentada pul deputado socialista i mirandés, Júlio Meirinhos. Ye amportante pensar subre l que passou dende para acá, subre l que essa lei mos trouxo ou deixou de mos traier. Anque seia ua lei cun quaije todos ls defeitos de l mundo, adonde falta quaije todo, eilha trouxo-mos algo essencial: reconhece ls dreitos de ls falantes de lhéngua mirandesa; anque nada crie, pus esses dreitos nacírun cula lhéngua, apregona-los als quatro aires; anque quaije nada dá ou eisige, cumpormete l stado pertués, a nible nacional i lhocal, cun aqueilhes dreitos. Por esso, podemos dezir: inda bien que essa lei se fizo, pus ye melhor que eisista essa do que nanhue; i ua lei mais cumpleta nun quier dezir que resolbisse las cousas, pus stamos afeitos a que las leis nun séian cumpridas, a ampeçar por quien las faç i se ua lei tan simpres cumo aqueilha lei nº 7/99 nun ye cumprida pul stado, menos inda lo iba a ser ua lei mais cumpleta i cumplexa, que fazie falta.

(more…)

Read Full Post »

A defesa e preservação da língua mirandesa é o tema do próximo Jornal Falado do CNC, que terá lugar no dia 22 de Abril pelas 18.30 no Ciber-Chiado. Entrada livre

O mirandês é uma língua astur-leonesa, que pertence ao grupo das línguas românicas. Durante séculos foi uma língua de transmissão oral, tendo sido dada a conhecer à comunidade científica e estudada pela primeira vez por José Leite de Vasconcelos, no fim do séc. XIX. Estima-se entre 7 e 10 mil o número actual de falantes, incluindo os que habitam no Concelho de Miranda do Douro, em três aldeias do Concelho de Vimioso e os i/emigrantes. Foi oficialmente reconhecida pela lei nº 7/99, de 29 de Janeiro, aprovada por unanimidade pela Assembleia da República.

Serão oradores nesta sessão o Dr. Júlio Meirinhos (enquanto deputado do PS da altura, propôs à Assembleia da República o reconhecimento oficial da língua mirandesa, concretizado através da lei nº 7/99), o Dr. Carlos Ferreira (escritor de mirandês, geógrafo e ex-professor de mirandês), o Dr. Duarte Martins ( escritor e professor de língua mirandesa no Agrupamento de escolas de Miranda do Douro), e ainda o Dr. Amadeu Ferreira, Presidente da Associaçon de Lhéngua Mirandesa e actualmente autor de crónicas regulares em mirandês no jornal Público.

(de l Centro Nacional de Cultura, 10-04-2008)

Read Full Post »

« Newer Posts